Orçamento para usar junto ao seu fluxo de caixa pessoal

O orçamento é o instrumento que contempla formalmente as metas e objetivos. Funciona como meio para comunicar de onde e para onde as finanças estão caminhando. Juntamente ao acompanhamento dos gastos, o orçamento é um guia para identificar o quanto é possível gastar ainda em cada categoria de forma a não ultrapassar o fluxo mensal pré-estabelecido.

O que ocorre muitas vezes é uma falta de entendimento da sua função. Não devemos entender o orçamento como um instrumento limitador e controlador de gastos, mas como forma de focalizar a atenção nas áreas críticas, antecipando os problemas. Assim, contribuindo para o cumprimento dos objetivos. Entenda Como Gastar Melhor.

Então, vamos exemplificar, de forma simples, o processo de criação de um orçamento:

Passo 1:

Primeiro é fundamental construir um plano de contas, ou seja, as categorias onde as receitas e despesas serão alocadas. Para entender melhor sobre o plano de contas, recomendamos este outro artigo já abordado.

Passo 2:

Após criado o plano de contas e lançadas todas as receitas e despesas (é interessante ter coletado informação por pelo menos um mês), é possível fazer uma análise de gasto médio por categoria. Com esta informação, pode-se partir para a construção do planejamento orçamentário.

Onde fazer o Orçamento?

De acordo com a ferramenta utilizada no fluxo de caixa pessoal, analisa-se a melhor ferramenta para montar o orçamento.

Aplicativo Financeiro

Para quem usa aplicativos, muitas vezes é possível ter o orçamento disponível no aplicativo, o que facilita muito a administração dos valores e o acompanhamento a cada gasto realizado. Contudo, existem inúmeras outras formas de ter todas as informações de maneira precisa e prática. Só você poderá constatar qual o formato que lhe trará mais praticidade e conforto.

Muitas pessoas fazem o fluxo de caixa com extrema precisão mesmo sem elaborar um orçamento formal, porque possuem consciência de quanto podem gastar em cada categoria. Logo, conseguem acompanhar no dia a dia se o volume destes gastos está confortável para cumprir o objetivo mensal. Porém, essas pessoas são raridades. Eu mesmo prefiro ter no aplicativo todo o orçamento pré-determinado e acompanhar diariamente se é preciso estancar as despesas em algum ponto do fluxo de caixa.

E o valor que eu invisto todo mês?Investimentos

Outra dica importante é ter o montante desejado para guardar e investir. Este também deve ser categorizado no fluxo e no orçamento. Então, conforme se investe, lançar na devida categoria do fluxo, diminuindo do valor residual (diferença entre o previsto e o realizado de fato).

Parece complicado? É porque você ainda não pratica. Fique tranquilo, logo logo sai do forno alguns posts detalhando a construção de orçamentos.

 

 

Início

2 opiniões sobre “Orçamento para usar junto ao seu fluxo de caixa pessoal”

  1. Muito bom. É o planejamento que falta especialmente a nós brasileiros. A deficiência de disciplina nessa área, desde a infância, é um dos gargalos que acaba afetando a economia não só das famílias, mas da sociedade como um todo..

    1. Olá, Fernando!
      Com certeza, percebe-se a carência desse tipo de mentalidade desde a infância até a idade adulta.
      Conte conosco para mudar essa realidade.

Comentários estão fechados.